SENSES Pt.5 +18

ensaios-sensuais-4-30-1509-thumb-570

Por Mille Meiffield

 

Eu me sentia bem melhor. Ideias para escrever meu livro pipocavam em minha mente. Jake salvara minha vida e durante toda essa semana de febre intermitente, ficou ao meu lado.

Hallie e ele revezavam para não me deixar sozinha. Parecia que ela e Jake disputavam para ver quem cuidava melhor de mim. Vincent ficava à parte. Sempre que se aproximava de mim, o fazia com a maior cautela possível. Ele sempre foi cuidadoso comigo e Hallie e também deveria estar com medo de me machucar de alguma forma. Esse era meu melhor amigo.

Continuar lendo “SENSES Pt.5 +18”

Senses pt.4 [+18]

chuva 40

Por Mille Meiffield

 

A noite estava mais quente do que de costume. Não conseguia pregar os olhos então resolvi subir para o terraço e escrever um pouco. Subi as escadas devagar, ainda estava sonolenta. Quando cheguei ao ultimo degrau o avistei. Ele estava sem camisa. Vestia apenas uma calca preta larga e estava com seus fones de ouvido. Ele olhava fixamente para fora da janela, parecia perdido em seu próprio mundo. O aroma almiscarado de sua pele invadia todo o ambiente. Eu prometi a Hallie que me afastaria dele, mas necessitava daquela imagem para escrever algumas cenas do meu livro. Continuar lendo “Senses pt.4 [+18]”

Férias Macabras (Pt. 4) [+18]

fm

Por Mille Meiffield e Lillithy Orleander

AJ

Natasha estava jogada no corredor, perto da porta do quarto da Naia. Seu rosto parecia estar molhado, uma garrafa de tequila estava a seu lado.

– Fazendo o que aí, “cabelinho”*?

– Se a Naia não queria nada comigo, não precisava sumir, bastava dizer a verdade e pronto. Não sou idiota!

– Ei Romanoff calma! Para de palhaçada, a Nai gosta de você. – É, eu sei que gosta, mas não sei o quanto.

Abeixei e me sentei a seu lado. Fiquei ali quieto, esperando ela terminar de chorar. Eu não tinha paciência para mulheres chorando, mas alguma coisa me manteve ali.

Continuar lendo “Férias Macabras (Pt. 4) [+18]”

Férias Macabras (Pt. 2) [+18]

Escrito por Mille Meiffield e Lillithy Orleander

nai

NATASHA

O gosto do beijo da Naia era diferente, era doce, quente. A boca dela era diferente. Era diferente porque era ela. Eu sabia que não devia, mas acabei me apaixonando.

Estava começando a me preocupar, Mille havia ido embora sem falar com nenhum de nós e agora o Saul saiu e ainda não voltou. Ele já devia ter voltado para a sala.

A taça de vinho dele ainda estava cheia. Naia havia ido à cozinha pegar mais uma garrafa de vinho. Não sei o que eu vi nela, mas ela é especial…

– Atrapalho alguma coisa? – perguntou

Continuar lendo “Férias Macabras (Pt. 2) [+18]”