Devoradora de Homens

Por Natasha Morgan

Devoradora de Homens

Imediações de Der Schwarzwald, Baden-Wurttemberg.

O Tenente parecia entediado, embora sua postura e olhos sérios. Aquela era a última fase do treinamento daquele pelotão, uma aventura na floresta onde eles deveriam se mostrar capazes com tudo o que aprenderam em treinamento.

E onde foi que a mente brilhante do Coronel inventou de levar aquele grupo de soldados de bunda magra e expressão arrogante? Na porra daquela floresta!

Der Schwarzwald, também conhecida como Floresta Negra era a área mais temida de toda a Alemanha. Abrigada numa cordilheira a sudoeste da Alemanha, a floresta de ares sombrios era um campo cercado de belas árvores e rochedos brumosos que assustavam garotinhos em lendas antigas. Local de extensa vegetação, neblina, cavernas e histórias, aquela floresta inspirava o receio de toda a população de Baden-Wurttemberg.

Qualquer filme de terror alemão, usava aquela paisagem para lhe dar foco.

Qualquer lenda urbana se utilizava de suas cavernas para dar embuste ao medo da garotada.

Qualquer adolescente idiota usava aquelas trilhas estreitas para seu rito de passagem.

Continuar lendo “Devoradora de Homens”

Por Entre as Árvores

por-entre-as-arvores

A lua permanecia escondida à sombra da Terra quando vultos negros caminharam em direção à orla da floresta, camuflados pela noite. O ar ganhava cor ao sair dos lábios de cada uma das mulheres, que pouco se importavam com o frio cortante que atravessava seus vestidos de lã. Com os pés descalços, vagavam por entre as árvores no mais completo silêncio, mantendo os rostos cobertos pelo capuz do sobretudo. Continuar lendo “Por Entre as Árvores”

Coven das Rosas (Pt. 5) – Reencontros

coven-das-rosas-reencontros

Coven das Rosas

Reencontros (Pt. 5)

Escrito por: Lua Morgana

sem-titulo-2

Liz

Assim que cheguei em casa, depois de longos dias internada – parecia que eu estava em um universo paralelo e o tempo não passava – tinha uma festa daquelas bem clichês comemorando a minha chegada. Tinham faixas, balões, comida e muita gente! Todos da vizinhança estavam ali, comemorando minha volta e pedindo desculpas pela forma com que fomos tratadas. Filipe estava ali também, me deu um buquê de rosas vermelhas e disse que depois da festa queria conversar comigo… Meu coração acelerou. Estava nervosa, porém feliz.

Continuar lendo “Coven das Rosas (Pt. 5) – Reencontros”

Coven das Rosas – Consequências (Pt. 4)

coven-das-rosas-consequencias

Coven das Rosas

 Consequências (Pt. 4)

Escrito por: Lua Morgana

sem-titulo-2

Liz

Já se passava da meia-noite quando ouvi o barulho alto vindo da porta, logo após o nosso belo ritual, nos assustamos, pois pensamos que eram os garotos querendo mais confusão de novo. Mas para nossa sorte – ou azar, não sei – era o pai de Filipe.

Ao abrir a porta, ele me olhou de cima a baixo com olhar reprovador. Logo tratou de falar:

Onde está meu filho e o que vocês, bruxas, fizeram com ele? Um sacrifício? – Disse, com a voz alterada, estava bastante nervoso.

Continuar lendo “Coven das Rosas – Consequências (Pt. 4)”