Selvas de pedra ainda são selvas (Pt.2)

selvas

Por Alex Brehan

Parte 1

Na noite seguinte, os entes místicos e deuses pagãos remanescentes se encontraram em uma floresta densa da mata brasileira. Os exércitos tanto de curupiras como de lobisomens estavam lá, em linhas opostas. Os curupiras se pareciam levemente com a individual Caipora, mas seus cabelos eram mais vermelhos e seus pés virados para trás. Os lobisomens, diferente do cinema americano, não eram encorpados e de pelagem cinza, mas esguios e amarronzados, parecidos com o lobo-guará.
Continuar lendo “Selvas de pedra ainda são selvas (Pt.2)”

Selvas de pedra ainda são selvas (Pt.1)

selvas

Por Alex Brehan

A orquestra começou a tocar. Era uma festa de gala, com todos os convidados bem vestidos, de terno e vestido. Uma noite calorosa em São Paulo, especial para aqueles empresários e políticos reunidos em uma enorme cobertura. Estavam comemorando um novo projeto que encheria muitos bolsos corruptos, mas que a mídia faria com que a população acreditasse que era para o bem maior.

Continuar lendo “Selvas de pedra ainda são selvas (Pt.1)”