Contos da deusa esquecida: Prólogo

Escrito por L.B. Oliveira

Eu nunca vi a deusa esquecida. Minha avó me contava estas histórias, mas ela também nunca a viu, nem ela nem a avó dela, nem a avó da avó dela, nem mil gerações para trás. As lendas da deusa só persistem ao redor de canticos estalantes e da madeira na brasa. Quanto mais nós voltamos no tempo, mais verdadeiras se tornam essas histórias.”

Continuar lendo “Contos da deusa esquecida: Prólogo”