Coração de Ébano

tumblr_n0mk7jt1dz1tr7yp3o1_500

Por: Natasha Morgan

 

As sombras sempre a acolheram num abraço sedoso. Roçavam sua pele com pequenas carícias geladas, aquelas brumas escuras e sedutoras. O frio era bom, envolvia sua alma com gentileza. Era acolhedor. Seco. Intrínseco.

Num abraço, num roçar ocasional, ela sempre se sentira acolhida.

Ou não sentira absolutamente nada.

As sombras a tornaram fria. E o frio era bom.

Ao menos sempre se sentira extremamente confortável.

Scatha a reivindicou como sua filha anos atrás, forçando-a a abraçar as sombras que ela tanto temia e trancafiava dentro de si. Quando as deixou entrar libertou-se por completo. Deixou para trás a garota amedrontada, sentimental e insegura que fora Báirbre e se tornou a mulher de sombras.

Ebony.

Não sentia.

Absorvia. Continuar lendo “Coração de Ébano”

The Bite Pt. 2 – Fome Abrasadora

fb_img_15328741630241511-1330533334.jpg

 

As pessoas no trabalho a encaravam de forma diferente, uma certa cautela espreitava os olhos deles. Sempre recuavam um passo conforme ela se aproximava e mantinham uma distancia estudada.

Karen não estava, como ela já deveria supor. Sua mesa meticulosamente arrumada encontrava-se vazia. Exceto por uma carta sofisticada deixada propositalmente próxima a um porta-retratos com uma foto das duas. O envelope era vermelho, selado com uma fita de cetim. Seu nome constava numa letra cursiva muito elegante.

Lorah a abriu.

No interior havia um cartaz convidando todos para a festa da lua que aconteceria em alguns dias, num galpão abandonado no centro da cidade.

 

Espero você lá.

                            Beijos,

                                               Karen

 

A letra e o convite de Karen eram tão sensuais quanto seus lábios rubros.

Lorah guardou o envelope em suas vestes e mal percebeu que estava sorrindo. Continuar lendo “The Bite Pt. 2 – Fome Abrasadora”

O Canto do Oceano {1}

O Canto do Oceano.jpg

Do Firmamento ao Oceano

Jamaica, Port Royal, 1668

O patíbulo estava armado e os laços da forca iam de um lado ao outro em um balanço débil, causado pela brisa primaveril. A população se aglomerava ao redor à espera dos prisioneiros; quase todos acusados de pirataria. Enfileirados, presos pelos grilhões, eles caminhavam em direção à morte certa. Era difícil definir todos os sentimentos que passavam pelos rostos das pessoas que observavam; semblantes de raiva e contentamento, outros de nojo, e apenas alguns de pena. Continuar lendo “O Canto do Oceano {1}”

{Repost} Nas Sombras

nas-sombras-01

Começou com um ruído sutil. Algo discreto o suficiente para não me tirar da cama confortável depois de um dia cansativo. Era algo parecido com o tamborilar distante das unhas grossas e amareladas do meu avô no tampo de vidro da mesa de jantar. O velho encarquilhado costumava acordar no meio da noite e se dirigir à cozinha em busca de comida, obrigando minha mãe a se levantar para levá-lo de volta ao quarto. Senil do jeito que estava, era uma verdadeira luta. Continuar lendo “{Repost} Nas Sombras”