Uma Crônica num Delírio da Meia-noite

18644550_1296590393770265_556650426_n

Uma Crônica num Delírio da Meia-noite (+16)

Escrito por: Saul Guterres.

Caio estava no seu quarto mais uma vez deitado. Quando de repente uma vontade imensa de sair naquela noite linda de lua cheia, surgiu em seus pensamentos. Levantou-se e olhou-se no espelho. Seu corpo atlético aos trinta e três anos, moreno e bem feito o encheu de orgulho. Arrumou seus cabelos negros, que davam um realce em seus olhos verdes. Sentiu-se satisfeito, pegou uma roupa mais social e saiu.

Continuar lendo “Uma Crônica num Delírio da Meia-noite”

O Mistério de Marta

saul

Por Saul Guterres

A manhã estava fria e anunciava a entrada do outono. Marta olhava pela janela do ônibus e lembranças vinham em sua mente, como a daquele dia em que fora mandada embora de casa pelos seus pais.

Ao se aproximar da parada mais próxima de sua rua, ela desceu e caminhou em direção a praça. Fazia dez anos que ela não via seus pais. Continuar lendo “O Mistério de Marta”

A Lenda do Morro Botucaraí

Morro das Capoeiras MongePor Saul Guterres

 

Muitos mistérios rondam este morro, que está situado na cidade de Candelária no interior do Rio Grande do Sul.

E muitos historiadores já tentaram decifrar o que de fato ocorreu lá, mas ainda assim varias histórias  surgem por aí.

O que se sabe é que esse morro já foi habitado por inúmeras tribos indígenas e segundo os moradores locais, ainda é possível escutá-los durante a noite. E foi também o esconderijo do famoso Monge Agostini que desapareceu misteriosamente.

Porém a lenda que vou contar a vocês ocorreu por volta de 1850, quando um grupo de garotos resolveu escalar o morro e acampar sobre o topo.

Continuar lendo “A Lenda do Morro Botucaraí”

A Rainha do Gelo

Escrito por Saul Guterres

Dracula (11)

“Esse conto é uma versão do autor para a Lenda  A Carroceira de Santa Maria – RS.”

Essa história muitos acreditam outros não, mas o fato é que muitas mortes inexplicáveis ainda acontecem nas noites mais frias de Santa Maria…

Tudo começou no ano de 1911 época em que a viação férrea se fazia o melhor meio de transporte na cidade e por isso muitos trabalhadores de todas as áreas se reuniam onde hoje é antiga Gare da estação, fosse para expor mercadorias ou viajar. E nessa mesma região formou-se a Vila Belga que é a rua onde moravam as famílias dos que trabalhavam na construção das linhas ferroviárias e dava acesso a estação de trem. E que hoje é a rua onde eu resido.

Continuar lendo “A Rainha do Gelo”

A Babá

602x0_1413219140

A Babá (Baseado em uma história real)

Escrito por: Saul GuTerres.

Essa história é contada em várias cidades do mundo, inclusive no Brasil. São muitos relatos sobre a verdadeira origem de Madelline Charmont (nome fictício), o que se sabe de fato são seus crimes. Dizem que ela é de origem francesa, possui uma aparência jovial com longos cabelos negros e a pele suave como um veludo. Estima-se que tenha em torno de 25 a 30 anos.

Certa vez um casal de conhecidos estava completando sete anos de casados. Eles tinham um bebe recém-nascido, era um menino que chorava muito e a inexperiente mãe já não sabia mais o que fazer para acalmá-lo. O marido com pena de sua esposa, que havia se dedicado durante aqueles três meses intensamente ao filho, pensou em lhe fazer uma surpresa para comemorar aquela data tão especial. Ele ligou no dia anterior para uma agência de babás, e solicitou os serviços de uma moça jovem e com experiência com recém-nascidos, para que pudesse cuidar do filho deles durante todo o dia.

No dia seguinte ele contou a sua esposa que faria uma surpresa para ela e pediu que se arrumasse logo cedo. A esposa já animada aproveitou que seu filho ainda dormia, e se arrumou com perfeição. Eram 09h00min da manhã quando a campainha tocou. O marido já sabendo de quem se tratava foi logo recepcionar a babá. Já a esposa que estava terminando de se arrumar, quando ouviu a campainha assustou-se fazendo com que seu filho acordasse e começasse a chorar compulsivamente. Então ela o pegou no colo em uma tentativa inútil de acalmá-lo. Com muito esforço ela conseguiu terminar de se arrumar e desceu com seu filho chorando sem parar. Seu marido estava na sala, sentado com uma bela moça. Ele a apresentou, dizendo que ela seria a babá do filho deles durante aquele dia.

– Bonjour! – Disse ela se aproximando do bebê, que num misterioso gesto fez a criança para de chorar.

– Não se preocupe senhora, esse lindo bebê estará seguro aqui comigo, eu seu cuidar deles direitinho! – Disse a babá.

A esposa vendo que a criança dormia tranquilamente em seus braços concordou com ela. Passou algumas informações a moça e saiu com seu marido para se divertirem.

Eles tiveram um dia de namorados. Saíram em restaurantes românticos, lojas, passeios ao ar livre, tudo para que a chama do casal não se apagasse e para que a esposa tivesse um merecido descanso. Mas eles nem imaginavam o que estava para acontecer. Eram quase 20h00min quando decidiram voltar para casa, estavam tão animados que por um momento esqueceram-se da hora da babá. Quando chegaram a casa, um aroma sofisticado e delicioso cheirava no ar. A mesa de jantar estava posta com muita delicadeza. A babá se aproximou deles perguntando:

– Se divertiram? Espero que sim!

Os dois se entreolharam e perguntaram:

– E nosso filho? Não deu trabalho?

– Como vocês podem ver, ele dormiu a tarde toda. E eu ainda tive tempo de arrumar a casa e preparar um delicioso jantar francês para aproveitarem a noite! Espero que gostem.- Disse ela se afastando para a cozinha. Enquanto o casal comia com gosto a comida, a babá arrumava suas coisas para ir embora.

– Nossa muito boa sua comida, eu nunca comi um tempero tão especial! O que tem aqui? Perguntou o marido.

A babá começou a rir sem parar, suas gargalhadas ecoavam pelos corredores e com uma voz estranhamente louca ela disse:

– O tempero especial é seu próprio filho!!!!

Os dois começaram a gritar e a vomitar aquela comida. Os ossos do bebê no prato misturavam-se aos legumes, a esposa jogou a panela no chão e vomitava sem parar. A babá apenas ria sem parar observando a cena. E de repente da sua mala ela tirou uma arma, e com dois tiros certeiros matou o apaixonado casal. Ela ainda teve tempo também de experimentar a sua própria comida. Depois se arrumou e saiu em busca de uma nova família para cuidar! Alguns vizinhos ouviram os gritos e tiros e chamaram a polícia. Chegando ao local os policias encontram somente os corpos já falecidos do casal, a pele e restos do bebê no lixo e um cheiro de comida que ainda dava água na boca.

A notícia da babá logo se espalhou pela cidade e todos que tinham filhos pequenos ficaram com receio de suas babás. Todos se perguntavam por que Madalline cometia esses crimes? Ninguém sabe ao certo. Especula-se que ela tenha nascido em uma tribo de canibais em uma área remota da França, outros dizem que ela era obrigada a comer carne humana quando criança pelos seus pais. Mas isso nunca ninguém soube explicar por que a babá se transformou em uma assassina. O que se sabe é que ela nunca foi encontrada e que ainda pode algum dia bater em sua porta!!!!

Fim