O Segredo das Árvores [Início] – Amor Insólito

Por Gabi Waleska

asd

Este conto é inspirado na lenda paraibana da Árvore do Abraço. Vide no final do capítulo um pouco sobre o local.

Separador

Que bela manhã”, suspirou Leonor com a cabeça apoiada sobre os braços no peitoril da janela. O sol adentrava as folhagens das árvores, fazendo subir a bruma comum da manhã em meio a Mata Atlântica. Era lindo e poético. Leonor era jovem e gostava daquilo, romântica, inocente e doce, ainda não conhecia o mundo e a ferocidade humana.

Continuar lendo “O Segredo das Árvores [Início] – Amor Insólito”

Espírito das Águas

Escrito por Gabi Waleska.

espirito-das-aguas

Ah, o borbulhar oculto da cachoeira no inverno. Que esconde a fortaleza de vida e fibra intocável, impenetrável para os vivos, insondável aos mortos.

O lar do dono da fonte. O Espírito das Águas que desperta.

O gotejar do degelo, escoando, caindo delicadamente frio sobre as margens.

O final do inverno desperta a natureza. E esse gotejar, que traz a vida atroz das águas mornas do rio. Suavemente. Continuar lendo “Espírito das Águas”

Dark Horse [Parte 2] – Katy

Escrito por Gabi Waleska.

darkhorse2

 

Katy ria em seu quarto, olhando para o espelho enquanto penteava seus cabelos com mechas vermelhas recém tingidas. Uma pequena oferenda. Assim como a vela vermelha, e como as rosas vermelhas. Ah, ele ia desejá-la. Ele rastejaria e imploraria por tê-la novamente.

Estava tudo planejado. Jane já estava enfeitiçada – coisinha simples, apenas uma poção de cheiro feita por Katy, borrifada sobre aquele buquê – outra risada surgiu em seus lábios cor de carmim. Vermelho, ha, a cor da paixão, da luxúria, do amor, da Deusa do amor. Mas também a cor do ódio, da violência, do perigoso. Agora ela gargalhava.

– Cuidado querida, vai acabar perdendo o controle. Continuar lendo “Dark Horse [Parte 2] – Katy”