Confissões de Amores Secretos – Adeus Baby

rosa

Por Mille Meiffield

ADEUS BABY
Seu olhar me atinge como chuva ácida

Me queima de dor e aflição por não te ter comigo

Nem como um amigo
E de tanta dor, hoje só vivo na solidão
Isso faz tanto tempo
Mas não me acostumei
Choro nesse momento

E demasiadamente sofrerei
Pois você não me amas

Nem me olhas mais
Finge que sou invisível
E isso dói demais
Preciso de você, baby
Minha vida é por seu amor,
Amor………………….
Preciso de você, baby
Sem você meu tempo se extingue
Sem você em mim…..oh, não!!!!!!

Adeus baby!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

 

Confissões de Amores Secretos – Solidão 2

dahlia-82024_640

Solidão 2

 

Na escuridão da noite sombria
Vejo vultos em todos os lados
Há um vale negro a minha volta
Um breu congelante me fez arrepiar
Congelei por fora e por dentro
E não consigo mais me soltar
O que há comigo?
Minha ultima lembrança é um doce beijo
Que já não existe mais
Pensei que estava sonhando
Mas não sentimos dor nos sonhos
E não sei se por verdade ou ironia
O meu peito muito doía
Então, vi que tudo aquilo era real
Porém sem sentido
Não entendia o porque de estar aqui
Antes estava em meu quarto

Pensando em você
Parece até que estou em outra dimensão
O que sinto é algo muito estranho
Muito além da imaginação
Sinto medo, dor, angústia, frustração
É nada mais que uma noite sombria

Num vale deserto
Ainda não sei porque me deixaste aqui
Será que pra você não sou mais nada
A não ser uma louca apaixonada?
Que te ama tanto

Que até morreria por você?

Me abandonas-te aqui

Neste vale obscuro
Tudo isso porque disse que te amava

Só espero que volte logo
Tem algo bizarro aqui
Uma horripilante criatura
Tem ago bem atrás de mim
Não, espera, me solta
Amor, me tire daqui
Eu não quero que essa criatura encoste em mim
Não, sai, socorro
Adeus amor, você demorou demais
Essa criatura já me dominou completamente
Me matando lentamente
Não consegui me libertar dessa situação
Não consegui fugir dessa horrível criatura
Que se chama solidão.

Confissões de Amores Secretos – Solidão 1

Por Mille Meiffieldbela_rosa_lilas

Eu,

Neste sonho obscuro

Gritando por socorro

Querendo te ver novamente

Já nem sei se mereces

Uma outra chance

Pois por dentro estou muito infeliz

Só querendo quem não me quer

Amor,

Te preciso muito

Aqui do meu lado

Para me salvar

Dessa estranha criatura

Que está acabando comigo

Uma criatura horripilante

Que não tinha espaço dentro de mim

Antes de te conhecer.

Porém ainda te amo

Então me salve, ande logo

Pois estou morrendo

Estou quase perdendo razão

Tentando fugir dessa bizarra criatura

Que se chama solidão.

Confissões de Amores Secretos – Seu Jeito

Por Mille Meiffield

406384__colourful-rose-petals_p

SEU JEITO

Seu sorriso encantador

Me fez apaixonar

E olhando em seus olhos

Vi seu olhar brilhar

Amo seu jeito de falar

Seu rosto lindo

Sua ternura infantil

Sua doçura angelical

Pareces até um anjo

Um anjo humano

Achei que isso fosse impossível

Porém me enganei

E além de tudo lhe agradeço

Por tirar de mim esse peso

De um sentimento ruim

Um dia deixei a felicidade escapar

Mas agora quero que saibas

Que graças a seu sorriso encantador

Hoje voltei a ser feliz

Confissões de Amores Secretos – Amar você

Por Mille Meiffield

14401-MLB3028241550_082012-F

Amar você

Quero seu amor , mas ele não existe

Quero seu beijo, mas ele já tem dona

E agora, amor?

O que sobrou pra mim?

Sei que pra mim guardaste algo

Só que isso é a única coisa

Que não quero de você

Não quero o seu desprezo

E sim o seu carinho

Pena,

Pois agora, você está sozinho

Querendo alguém

Até veio me procurar

Porém não posso mais te amar

Porque seu amor me deixou morrer

Hoje já não vivo

E não posso mais amar você.