Donna – Irrecusável (Pt. 9)

Donna (Pt 9)

Donna

Capítulo 9 – Irrecusável

Escrito por: Lua Morgana

L

*

Aquela noite havia se arrastado, pensei em mil possibilidades e não cheguei a conclusão nenhuma. Acabei me entregando ao cansaço físico e mental, apaguei. Acordei no dia seguinte, meio dia, quando a empregada havia chegado para limpar o meu apartamento, como ela sempre fazia todos os dias a tarde, enquanto eu estava trabalhando.

Maria chegou até a se assustar quando me viu naquele estado deplorável deitada praticamente jogada na minha cama, ela até me cutucou pra ver se eu estava viva.

– Senhora? Aconteceu alguma coisa? – Maria me encarou curiosa e preocupada.

– Oi Maria… – Bocejei enquanto falava – não, está tudo bem, só preciso de um café extraforte mesmo. Pode me preparar, por favor? – Esfreguei os olhos e me dirigi para o banheiro.

– Claro, senhora! Agora mesmo. – Maria apressou-se e foi até a cozinha fazer o bendito café.

Alguns minutos depois, eu já estava de banho tomado e fui até a cozinha. Maria havia preparado uma deliciosa mesa de café da manhã, sem nem eu pedir, fiquei lisonjeada pelo carinho e preocupação.

– Que maravilha, Maria! Você fez muito além de um café… senti o cheio daquelas torradas e ovos, do café fresco, revigorou minha alma.

– A senhora é sempre boa comigo, resolvi fazer um agradinho! – Maria sorriu e dirigiu-se à pia com louças para lavar.

Fiquei tão feliz com aquele gesto de carinho que, assim que sai de casa, deixei um bilhete com 500 dólares para ela. Aposto que ela ficaria feliz, assim como eu, sei como a situação financeira dela não é boa, e aquele agrado ajudaria muito.

Já era no meio tarde quando sai de casa… me arrumei e fui ao salão de beleza retocar a raiz e fazer as unhas, uma mulher deve estar impecável, qualquer seja a situação. Triste ou feliz, sempre com o cabelo arrumado e unhas feitas. Era assim que eu pensava e fazia comigo mesma, aprendi com minha avó.

Assim que chegou a noite, finalmente, dirigi até a casa de Heitor. O mordomo estava a minha espera. Estava tudo silenciosamente suspeito!

Subi praticamente correndo até o terraço e quase cai uma ou duas vezes da escada, aos tropeções, de tão nervosa e ansiosa que eu estava.

Cheguei, enfim, ao topo daquela enorme mansão e no final do terraço Heitor estava lá, sentado fumando um charuto.

– Ora, ora, ora… quem resolveu aparecer! – Ele levantou-se e me deu um beijo na testa.

– Demorei, mas estou aqui. – Olhei-o e sorri.

– Quero que você olhe para a piscina… – Ele me pegou pelas mãos e me levou até a parte do terraço que dava para ver a piscina completamente.

– Mas eu já vi essa piscina, é enorme inclusive. – Falei, ansiosa.

– Não, desse jeito não viu. – Ele sorriu e fez um gesto para que eu olhasse.

Quase desmaiei quando vi o que estava escrito na grama, perto da piscina. A piscina estava coberta quase completamente com balões e pétalas de rosas tudo na cor vermelho. Na grama, estavam um monte de velas e elas juntas formavam uma frase: “Quer casar comigo?”

Levei minha mão a boca e quase não pude acreditar no que estava acontecendo. Olhei para Heitor, ele havia sumido do meu lado e reapareceu com uma caixa. Ajoelhou-se na minha frente e abriu uma caixinha, com um anel enorme de diamantes:

– Donna, quer ser minha chefona para sempre? – Ele me encarou, sorrindo, com aqueles enormes dentes brancos e brilhantes.

– Eu aceito. Meu chefão! – O abracei, emocionada.

Aquele dia me marcaria para sempre. Tanto pro bem, como pro mal, foi surreal em todos os sentidos.

“That kind lovin’

Turns a man to a slave

That kind lovin’

Sends a man right to his grave”

(Crazy – Aerosmith)

CONTINUA

Gostou? Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s