Partida…

girls

Por L. Orleander

Ela não sabia para onde iria,
mas optou por partir…
Abandonou as bipolaridades e as manhãs rabugentas.
Os olhos tristes e desprovidos de sentimento, não queria mais para si.
Era livre… Livre pra sentir… Livre pra se despedir…
Pegou seu coração aos cacos na saída
e não olhou pra trás, mesmo latejando em dor.
Rasgou as roupas, queimou as cartas,
desbotou os beijos e renegou os abraços.
Não, ela não queria mais.
Ou será que queria?
Talvez ela quisesse um porto, mas ficou á deriva.
O lugar pra voltar, quente e receptivo,
mas achou a caverna fria, gélida e oca.
Não, definitivamente, ela não queria mais!
Escreveu versos, prosa e poesia.
Dançou como uma garota perdida.
e gozou do calor inumano.
Sorveu o néctar de uma nova boca
e esperou ansiosa, que ela fizesse o mesmo efeito.
Afinal, o sabor não era o mesmo,
mas com o tempo aplacaria tua lembrança.
Ela voltou pra casa, trancou novamente a alma
e no último minuto da noite,
antes de se despedir para sempre, ela chorou…
A vida continuava, amanhã seria um novo dia,
E ela de cabeça erguida, renasceria…

Gostou? Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s