Morgen…

morgen12

Por L. Orleander

M O R G E N = Manhã… Pronuncia – se Morgan… É alemão…”

É estranho ter um nome que não é nome e nem sobrenome, é apenas um substantivo que não sei definir nem o tipo. Assim como me é estranho viver…

Ter uma vida que nunca senti ser minha, também não aprendi esse tempo, aquele jeito irresponsável, libertino, desenfreado e com ardor de : “Como se fosse o último dia”, como tantos em minha idade faziam, a propósito tenho 23, a idade onde nada se cobra e tudo se esquece, afinal, aos 25 vem a vida adulta em definitivo e você é obrigado a ter responsabilidades, não que agora eu não as tenha, digamos apenas que ganhei um “bônus” da vida…

Meu pai deve ter achado bonito o som ao falar, meu nome.

Não, eu não sou a garota encostada na arvore sentada na grama, de cabelo colorido, vestida de gótica da cabeça aos pés escutando heavy metal ou algo depressivo, aliás nunca entendi por que a maldita associação das pessoas vestidas de preto serem as sofredoras com a mente perturbada e o corpo mutilado, vocês deviam olhar melhor.

Bom, eu sou a garota de fones de ouvido branco e tênis, andando em direção ao nada, ou caminhando pra casa, ou pelo menos é como chamo a casa onde moro.

Nobody said it was easy. No one ever said it would be this hard…”¹

De fato, não tem sido fácil, conto os minutos da minha vida, dos anos, de um modo macabro, alguns amigos dizem, embora eles tentem entender, acredito que isso nunca irá ocorrer, mas não posso culpa – los.

Minha vida, minha forma de ver o mundo, minhas escolhas, minha regras… Parece estranho em um mundo tão moderno termos essa conversa, mas gostaria de deixar num registro de como é por dentro.

Sabe, lá no intimo da minha alma, de um jeito honesto e da melhor forma possivel, como um tipo de alerta pra quem vem depois de mim.

É preciso que você saiba antes de qualquer coisa e de como ocorre com alguém que pode ter o mundo debaixo dos pés, mas quem está ao redor nunca notou ou achou que estava ” tudo bem”…

Eu não sou feia, pelo menos não de acordo com o padrão que a sociedade impõe, não sou uma pessoa sem estudo, cultura ou qualquer que seja o motivo que me torne um ser pensante e capaz de ser eloquente diante do mundo. Sou normal, mas tenho segredos e aqui muitos deles serão enterrados antes que…

Meu nome é Morgen, lê – se Morgan… É alemão.

Sou uma suicida e essa é minha mente, narrando meus últimos passos…

CONTINUA…

 

 

 

¹ – The Scientist – Coldplay
Ninguém disse que seria fácil, mas também não disseram que seria difícil…

 

Gostou? Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s