Entre Almas E Desejos (Part. 2) – Amar não é Pecado

14494750_1072820216170035_6023434619695427945_n

 

Escrito Por: Alfredo Dobia

Cap 2 – Amar não é pecado

Os portões dos céus se abriram e uma multidão de anjos lançaram seus olhos em mim. Ouvi burburinhos de palavras não comum para anjos e senti-me entristecido. Olheio-os de relance e não gostei de tê-lo feito, eles me encaravam como um ser pecaminoso. Adivinhei-lhes o pensamento. “Mais um irmão tomado pelo diabo” meus olhos se entristeceram.

Meus irmãos me levam até a sala do arrependimento. Meus braços estavam presos em cordas celestiais poderosas e no meu lado direito estava Marcos e Thiago enquanto no esquerdo estava Ethan e o Pedro.

Rosaliz havia impedido que meus irmãos me levassem a força. Sua voz quase endeusificada acalentou-os de maneira que eles abrandassem. Agora eu consigo olhar pra ela e ver o quão fascinada ela está. Quer dizer, qualquer humano surtaria por estar no céu sabendo que tal coisa só irá de acontecer no dia do famoso juízo final conforme a bíblia os ensina. Seus olhos cinzas cintilavam amor, fascínio e inocência… E aquilo me deu esperança, esperança de que aquele não seria o nosso fim, mas sim o começo. Esperança de lutar e me assegurar que toda aquela ternura não escaparia de mim tal fácil.
– Vai ficar tudo bem eu prometo – disse a ela em minha voz fantasmagórica.

Os anjos têm o dom de se comunicar através do pensamento e quando dei a ela o poder de nos ver, ela acabou por adquire tal poder. Mas só conseguia se comunicar comigo e com os anjos mais fortes. Ethan era era um desses, um dos mais fortes.

– Eu sei que vai. Tenho fé. – Ela respondeu abrindo um leve sorriso pra mim.

Os outros anjos fitaram ela com desprezo.
– Ora, ora, se não é a mundana que impurificou o coração do grande Lucas! – disse Marcelo com tom de desprezo. – Não se preocupe meu rapaz, você será curado. E já, já vai esquecer essas parvonias de sentimentos humanos.

– Curado! – Rosaliz disse atônita enquanto suas sobrancelhas se arregalava. – Parvonias de sentimentos humanos!? Que tipo de anjo é você?

– O tipo que conhece o seu dever com o mundo e cumpre sua missão sem protestar as regras do pai.

Ethan acenou para que Marcelo parasse. Mas ele continuou…

– Isso o que vocês sentem  é uma loucura e todos sabem disso. Olha pra ti, você é uma mera humana, não pode estar apaixonado por anjos. Ele tem uma lista enorme de tarefas para cumprir e namorar não está escrito nela. Ele não foi fadado a paixões, isso tem que acabar.

– Para com isso Marcelo – a voz sobrenatural do Ethan ecoou em nossas mentes. Ele está sendo levado ao pai. Apenas ele poderá definir o destino deles.

– Você sabe qual é o destino de quem desobedece o pai. Olha Adão, Eva, Lúcifer. Esses nomes não te dizem nada?

– Esses nomes que você acabou de citar são de pessoas que cometeram o pecado e até onde eu sei amar não é pecado – Rosaliz respondeu.

– Você é uma tola se acha que conhece o que é pecado ou não aos olhos de Deus.

Marcelo disse de forma misteriosa como se soubesse de coisas desconhecidas por outros anjos.

– Já chega Marcelo –  Thiago disse em tom altivo – ou você cala a tua boca ou eu serei obrigado a fazê-lo por ti.

– Parem com isso vocês os dois – Ethan ordenou. Já tivemos brigas suficiente por hoje. Agora temos coisas mais importante a fazer. Thiago leve a mundana para uma das salas.

– Ainda não entendi o que ela está fazendo aqui.

– Em breve você vai entender.

– O que você quer dizer com isso – eu quis saber.

– Apenas me siga. – Ethan levantou o seu braço direito e as correntes celestiais que prendiam meus braços desapareceram.

– Deixe que eu levo ela Thiago – Marcelo se ofereceu – Eu mesmo terei o prazer de apagar as imagens do Lucas e de todos nós da mente dela.

– Não se atreva Marcelo. Não se atreva – avisei. – Pois se você tocar em apenas um fio de cabelo dela eu juro que acabo com você.

Marcelo riu em ironia

– Olha o que o Amor fez com você. Você está cego por esse sentimento que destruiu milhares de amigos, milhares de família. Muitos mataram por amor e você está prestes a fazer o mesmo. Mas com eles – ele olhou de relance pra Rosaliz – eu até entendo. Os mundanos costumam ser assim. Matam, violam, e fazem um monte de coisas ruins que minha mente angelical se recusa a pronunciar e tudo em nome de quê? Em nome desse sentimento que você diz sentir. “Amor”. Mas como eu já disse, você será curado então eu…

Uma das penas enormes das asas do Thiago escaparam da suas costas e cobriram a boca do Marcelo, impedindindo-o de terminar suas palavras.

Todos olharam pra ele.

– O que foi? Alguém tinha de calar a boca desse idiota. Ou vão dizer que não gostaram!?

– Se gostamos? Você arrasou irmão. Mandou super bem – Pedro disse. – Sempre me aborreço ao ouvi-lo falar. Ele pinta tudo de forma tão assustador que me irrita. É uma vergonha para os anjos. E já agora Lucas. Foi mal aquela cena da árvore… É que você sabe, nós tínhamos mesmo de trazer você aqui custe o que custar.

– Relaxa Pedro, eu sei disso.

Rosaliz soltou um sorriso abafado.

– Gostei dos teus irmãos. Eles não são tão assustadores quanto eu pensei –  disse em sua voz fantasmagórica.

– Pois é. Eles são anjos. É suposto serem gente boas.

– Sério Lucas! Essa é a sua justificação pra nos definir. – Ethan riu. Ele era um dos poucos anjos que podiam ouvir vozes fantasmagórica de todos os anjos. Ele era forte, mais forte que todos ao nosso meio e logo então me levou de encontro ao pai.

CONTINUA…

(Pt. Português De Portugal)

Gostou? Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s