Prólogo — Caso 1495 — O Astrólogo

O Astrologo
Muitos acreditam que um assassino mata por prazer, outros acreditam que é por satisfação, eu acredito que seja por puro e mero capricho,  ou melhor, acreditava. Meu pensamento mudou quando comecei a trabalhar neste caso, apelidado de ” O Astrólogo”.
Inicialmente o caso era apenas mais um caso de assassinato, inicialmente. Porque todo assassino em série, começa apenas com “mais um assassinato”.

Sei que pareço frio falando assim, mas quando se trabalha na divisão de homicídios, você acaba perdendo parte da sensibilidade, por assim dizer. Ainda mais com uma taxa de 6,4 mortes por 100 mil habitantes, no mundo todo, e nisso, dos mais diversos tipos de homicídios.
Porém, este possui um destaque muito impactante em minha vida, assassinos em série sempre são um pouco mais do que simples assassinos, mas este, devo dizer que estou impressionado com o trabalho dele, ainda vou pegá-lo, nem que seja a última coisa que eu faça.
Já foram 3 vitimas, em diferentes locais da cidade, e nenhuma pista, nenhuma pelo menos que as ligue com o assassino, mas irei encontra-lo…
CONTINUA…

Gostou? Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s