Meu grande amor

Por Mille Meiffield

O que tem em seus olhos não sei

Eles me chamam e fazem pensar

No que eu seria ou faria

Se um dia talvez

Eu pudesse te amar

O seu cheiro me entontece

Me faz querer te beijar por inteiro

Poder acariciar teu corpo

Encostar meus lábios nos teus

Te mostrar verdadeiramente como sou

Dizer que te amo sem medo

Como dizer isso a alguém que se ama

Com todo o coração?

Como dizer eu te amo sem tremer?

 

Tem muito mais que eu gostaria de dizer

Porém no momento,

Nada além de sua imagem

Gira em minha mente

É isso que me faz querer viver

Fica comigo?

Nem sabes que te amo

Mas já te sinto ao meu lado

Será que me amas?

Tenho tantas perguntas, tantas dúvidas

Quero te amar, beijar, sentir

Me sentir amada por você

 

Ainda não sei dizer eu te amo

Da minha boca, só saem coisas rudes

Palavras que me fazem sentir mais forte

E minha fraqueza desaparece

Me beija?

Quero sentir seus lábios

E te dizer que és o grande amor da minha vida

 

Sabes quem sou?

Sou o pássaro negro que repousa nas sombras

O vulto obscuro que envolve a noite

A sombra das ondas que quebram

Numa noite de tempestade em alto-mar

Choro todas as madrugadas

Pois um breu congelante me envolve

Não estais aqui para me proteger

E dar o luxo de me sentir fraca

 

Sem você aparento fortaleza

Com você sou quem sou e mais feliz

Agora vou ter que terminar este poema

Pois a tinta da caneta

Assim como folha em que escrevo

Chegaram ao fim

Mas nunca se esqueça

Destas últimas palavras

Eu te amei

Eu te amo

E para sempre te amarei

Gostou? Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s