No que você está pensando? – Visualizar

Escrito por: Zuleika Juliene

No que vc está pensando 2

  Sheila como a maioria das pessoas hoje em dia vivia com a cara enfurnada e os dedos em frenético movimento digitando e postando comentários nas redes sociais, a moça de apenas dezoito anos visualizada, curtia, editava e vivia uma rotina compartilhada com centenas de amigos virtuais; não havia atividade que não fosse postada ou visualizada em seu perfil.

  Ia ao cinema, lá estava o post, fazia uma comida gostosinha, lá estava outro post, a amiga falou mal, lá estava uma visualizada e um clássico post de indireta e assim ela passava seus dias alternando entre uma atividade da vida real e a vida virtual, pois desta maneira além de interagir com pessoas que não tinha a oportunidade de estar perto diariamente, ela podia acompanhar todos os momentos dos amigos que assim como ela seguiam este rito.

  Certa manhã, como de costume, Sheila chegou ao serviço e ligou seu computador deixando uma aba aberta para de vez em quando olhar furtivamente os comentários recentemente postados, pois achava seu emprego extremamente chato e encontrava nas redes sociais uma forma de refúgio para as seis horas desagradáveis que teria que passar ali respondendo a incessantes reclamações que clientes insatisfeitos faziam sobre sua empresa.

  Aquele dia não teria sido diferente dos demais, pois sempre que a supervisora se afastava Sheila dava uma espiadela em uma receita ou em um vídeo engraçado, disfarçava o riso ao ver uma postagem com uns alienígenas pedindo para ser solto porque ia pegar alguma coisa, falava com uns quatro amigos no chat ou simplesmente rolava a barra para cima e para baixo como que hipnotizada com o movimento da página, mas de repente uma postagem em especial lhe chamou a atenção, porém como na mesma hora em que ela visualizou a supervisora se aproximava, Sheila teve que fechar rapidamente sua rede social.

  Restava apenas uma hora para o término de sua jornada de trabalho, mas aquela imagem não saia da cabeça de Sheila, ela sabia que só poderia acessar novamente após o expediente quando finalmente poderia pegar o celular. Aquela última hora parecia não passar e ela tinha plena certeza de que pelo menos cinco clientes tinham sido respondidos de forma indevida, pois com a cabeça em outro lugar era quase impossível formular textos coerentes e dentro do padrão.

  Finalmente seu turno havia acabado e ela correu para o celular como alguém que busca água no deserto, ao desbloqueá-lo percebeu que sua bateria estava apenas com nove por cento de carregamento, um frio percorreu sua espinha, pois não havia levado carregador, mesmo assim clicou no ícone que abria seu perfil e foi deslizando o dedo para cima buscando a imagem.

  O post falava sobre os perigos de se carregar um celular próximo a você enquanto dorme e havia uma foto de uma moça toda queimada e aparentemente desmaiada com o celular explodido sobre o peito. Sheila entrou em pânico, pois conhecia aquela moça que mesmo queimada podia ser reconhecida pelos traços, cabelo exótico e roupas de estilo diferenciado.

  Sheila passou um tempo olhando a imagem e sentindo-se atônita pelo que via, queria se certificar de que de fato era sua vizinha Bianca. Clicou na imagem que a direcionou para a matéria, porém não mencionava nomes apenas falava do incidente ocorrido com uma moça, Sheila entrou no perfil de Bianca e viu fotos dela na praia com o namorado, lembrou que Bianca havia ido viajar, olhou novamente para o último post dela que havia sido publicado quinze horas atrás. Pensou em perguntar para Beatriz irmã de Bianca, mas ficou sem graça, apesar de vizinhas não eram muito próximas, pensou em compartilhar a imagem, mas que comentário colocaria? E se a família se ofendesse? Durante os pensamentos conflitantes que Sheila mantinha a bateria de seu celular acabou e o remédio foi ir para casa o mais rápido possível para ver se conseguia alguma informação.

  Quando Sheila chegou a sua casa logo subiu para o quarto para verificar mais uma vez a publicação, gritou para sua mãe que havia chegado e perguntou também gritando se estava tudo bem obtendo uma resposta afirmativa. Enquanto o computador iniciava ela olhou pela janela para a casa de Bianca e percebeu que o movimento da casa estava normal, porta aberta, janela aberta, a mãe de Bianca sentada no sofá assistindo novela, olhou para o andar de cima e viu Beatriz dançando em seu quarto com um fone rosa e felpudo encobrindo a orelha. Sheila respirou fundo e foi sentar-se em frente ao computador, começou a rolar a barra a procura da postagem, mas não achou, pior que com o susto ela não havia reparado em quem havia postado, procurou, procurou, procurou até seu braço começar a doer e nada de achar.

  Naquela noite Sheila foi dormir pensativa, teria sido fruto de sua imaginação? Alguém teria feito uma brincadeira sem graça e se arrependido depois excluindo a postagem? Na verdade ela não fazia ideia tudo que sabia era que o post havia desaparecido.

  Após sete dias daquela visualização Sheila acordou escutando gritos e uma agitação imensa dava lugar a choros, palavras desconectas, sirenes, além de vários murmúrios em frente a sua casa, ela abriu a janela e viu que toda confusão vinha da casa de Bianca, então desceu as escadas em velocidade Recorde trombando com seu irmão que vinha subindo.

  – O que está acontecendo? – Perguntou quase sem fôlego.

  – A Bianca dormiu com o celular em cima do peito e a bateria explodiu, ela está desacordada. Parece que é grave.

Continua

3 comentários em “No que você está pensando? – Visualizar

Gostou? Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s