Paixão Obscura (Pt. 7) – Espinhos no Coração

broken_heart_by_deepmelancholy

Paixão Obscura

Capítulo 7 – Espinhos no Coração

Escrito por: Saul GuTerres e Morgana Owl.

A manhã estava chuvosa e Alícia se espreguiçava na cama tentando ganhar forças para levantar e ir para o colégio. Não que ela quisesse perder a aula, mas porque o cheiro do perfume de Wilton ainda estava em sua cama. Lembrava ainda das carícias dele e se mordia de prazer. Despertou novamente com duas batidas na porta.

– Alícia, já está na hora de levantar! Disse seu tio Carlos. Ela olhou no relógio e já eram 07h10min. Levantou rápido, foi para o banho e arrumou-se com capricho, afinal ela iria encontrar seu amor hoje cedo. O café já estava servido e seu tio já estava pronto, apenas esperando ela terminar o seu para irem ao colégio. Então Alícia apenas comeu uma fruta e bebeu um suco.

– Estou pronta, tio. Vamos? Disse Alicia apressada.

– Vamos sim, apenas vou chavear a porta dos fundos, me encontre no carro.

– Certo tio! – Alicia correu para o carro e ficou esperando ansiosa.

Carlos na verdade sentiu uma energia estranha na casa. E logo imaginou o que pudesse ter acontecido. Foi para o porão e verificou se a sala escondida estava ainda chaveada. Foi até o porão e verificou que ela ainda estava fechada. Em seguida ele a abriu, e não notou nada de estranho, mas sua intuição lhe dizia o contrário. Foi para o carro, e tentou esquecer aquela impressão. Depois de deixar Alicia na escola, foi para seu trabalho e chegando lá como era um homem muito atarefado, logo esqueceu aquela preocupação com a energia de Eileen.

Quando Alicia entrou no colégio, ela logo procurou por Wilton, mas não o encontrou. Como ela se atrasou o sinal logo tocou e ela foi para sala, torcendo pela hora do intervalo para poder vê-lo. As aulas para ela pareciam intermináveis naquela manhã. E quando o sinal tocou, ela saiu feito uma flecha pelo corredor até a sala de Wilton. Chegando lá não o encontrou, deu outra volta e não conseguiu localizá-lo. Então ela foi para o pátio, estava indo para gruta onde costumava ver Wilton com seus amigos, quando teve uma surpresa. Sua colega Anastácia estava sentada no colo de Wilton aos beijos com ele. E quando a avistaram, fingiram não lhe conhecer. Nunca um sentimento tão ruim brotou dentro de Alicia, ela pôde sentir seu sangue ferver e até um vento forte começou a soprar naquela hora. Deu meia volta e foi para sua sala, seus pensamentos estavam confusos, ela ouvia vozes em sua cabeça, e ao mesmo tempo ouvia risadas, pareciam que todos estavam rindo dela, então ela tapou os ouvidos e tentava não ouvir aquilo tudo. Sua cabeça doía e seus olhos pareciam que iriam pegar fogo. Em um momento de desespero ela saiu correndo para o banheiro. Os alunos que estavam no corredor a olharam sem entender nada. Entrou e fechou a porta e começou a chorar. Uma raiva absurda brotava em seu coração e pensamentos sombrios a atormentavam naquele momento.

-Preciso me acalmar! Pensou ela.

– Deve ter uma explicação! Ele nunca faria isso comigo… Não, Wilton não!

Nesse momento ela ouviu a porta abrir e reconheceu a voz e a risada de Anastácia.

– Você nem imagina o quanto ele beija bem e é muito gostoso! Disse Anastácia com a língua nos lábios.

-Serio, mas como você o conheceu? Perguntou a outra garota que entrou com ela.

– Faz dias que saímos, mas ele estava tentando pegar outra, aquela esquisita da nossa sala! Disse Anastácia com cara de nojo.

– E será que conseguiu? Perguntou a amiga, curiosa.

– Pela cara que ela nos olhou hoje, acho que sim! Talvez até tenham transado também. Respondeu Anastácia com ar de deboche.

– Não acredito? Será que ela está brava ou vai fazer alguma cena de ciúmes na frente de vocês?

– Espero que não, até porque eu detesto isso e com certeza Wilton também. E essa hora ela já deve estar chorando em algum lugar – Falou ela rindo.

As duas saíram em altas gargalhadas e fecharam a porta. Alícia então saiu do banheiro e foi lavar seu rosto. Olhou no espelho e sua fisionomia estava triste e abatida. Olhou novamente e viu o reflexo de Eileen atrás dela. Assustou-se e olhou para trás, mas não havia ninguém. Ela sentiu-se tonta, parecia que alguma coisa estava tentando dominá-la. Passou uma água no rosto e minutos depois, se sentiu melhor e foi para a sala de aula novamente. Ela sabia que teria de encontrar Anastácia e Wilton juntos a qualquer momento, mas colocou em sua cabeça que não os deixariam a verem triste, seu coração estava ferido sim, mas seu orgulho falava mais alto e ela não daria esse gostinho para eles.

Enquanto isso Eileen que tentou dominar o corpo de Alícia, viu que ainda não era hora. Porém logo ela estaria pronta para recebê-la. Bastava um último detalhe, a realização do ritual paixão obscura. Esse ritual era escrito como se fosse um feitiço de amor, mas na verdade era uma mistura de palavras que permitiria que o espírito de Eileen se apoderasse do corpo de Alícia para sempre, libertando ela da prisão espiritual.

A notícia de que Anastácia era a nova “aventura” de Wilton se espalhou rápido na escola, mas a notícia que chocou Alícia foi à de que ela e Wilton já haviam transado. Quando estavam no quarto ele havia prometido a ela que aquilo ficaria apenas entre eles, pelo menos até estarem oficialmente namorando. “Como fui idiota” pensou ela. E ao entrar em sala de aula percebeu que todos a olhavam com ar malicioso, mas fingindo estar tranquila ela sentou em seu lugar e não deu bola para ninguém. Quando o sinal da saída tocou, Alícia pegou sua mochila e saiu tranquila da sala. Ao se aproximar do portão viu Wilton e Anastácia juntos. Tentou evita-los, mas foi inútil.

– Oi Alícia! Cumprimentou Anastácia.

– Olá Anastácia! Respondeu Alícia aparentando tranquilidade, e como se nada tivesse ocorrido ela também cumprimentou Wilton.

– Está tudo bem com vocês? Perguntou ela com naturalidade.

-Sim Alícia está tudo bem entre a gente. Wilton respondeu dando um beijo em Anastácia, tentando provocar alguma reação em Alícia, mas se surpreendeu com a normalidade e elegância com que Alícia respondeu.

– Que bom então! Espero que continuem assim certo? –Eu preciso ir, tenho algumas matérias para estudar, vejo vocês amanhã, até logo!

-Até mais! – Os dois disseram ao mesmo tempo e um pouco decepcionados.

Wilton gostava que as garotas brigassem por ele e isso era o que de fato sempre ocorria, mas com Alícia fora totalmente diferente, nunca ele havia imaginado que ela pudesse estar tão segura de si e calma. Já Anastácia não se surpreendeu, sabia que era de costume muitas as garotas brigarem por causa de Wilton, porém Alícia em seu pensamento era uma otária do interior e soube reconhecer que perdera Wilton para sempre. Pelo menos era o que ela imaginava.

Quando Alícia se despediu deles, sentiu sua raiva diminuir, mas não sua dor. Sabia que havia deixados eles de boca aberta com a sua reação. Tinha certeza que eles a estavam achando boba e que estaria agora chorando, e era exatamente isso que ela queria que eles pensassem. Pois ela não iria desistir de Wilton, pelo menos não tão facilmente. O seu amor por ele se tornara agora uma obsessão, ela colocou a mão no peito jurou o fazer pagar pela humilhação que ela teve. Olhou para o céu e viu nuvens negras se aproximarem, andou mais um pouco e sentiu a presença de alguém. Virou-se de costas, mas não enxergou nada, porém ao passar por uma vitrine viu novamente no espelho a imagem daquela mulher dos seus sonhos. Só que dessa vez não teve medo, sorriu para ela e pediu a sua ajuda.

separadorBlog

Continua

 

2 comentários em “Paixão Obscura (Pt. 7) – Espinhos no Coração

  1. Sempre perfeitos e impecáveis, minha unica reclamação é de que foi muito curtinho… Poxa parar na melhor parte? Isso é maldade gente…rs
    Meninos parabéns pelo trabalho, estou amando ler cada passo que a Alicia dá e cheia de expectativas para saber no que isso vai dar…

    Curtir

Gostou? Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s