Aos Filhos da Guerra

11749729_656202974479240_770665524_n

Escrito por Gabi Waleska

Sou uma moça jovem, você pode achar que mal deixei de a infância, mas não importa de verdade. Vivemos num mundo selvagem e ninguém pode parar. E estou lutando, diariamente, enfrentando coisas que para você podem não ser tão grandes, mas para mim são desafios.

Ah, quem eu sou? Sou filha da Guerra. Sou filha de Marte! E diariamente ele me impõe desafios. Sim, os Deuses não tem pena dos filhos e mostram que ou você luta ou você se entrega. E é por isso que eu não paro! Eu nunca pararei.

Posso ser jovem, mas não deixo de ser guerreira. Meu pai espera isso de mim, sabe? Ele é o Deus da Guerra e não devo decepcioná-lo! Preciso ser forte, ter coragem e encarar meus medos, mesmo que esteja tremendo. É um treino intensivo, muitos chegam a desistir por que ele é muito exigente.

O que? Abandoná-lo? Jamais! Não viverei na vergonha de me deixar levar, um verme atrasado…
Posso ser fraca, mas não existe caminho mais fácil para me tornar forte. “Sem dor, sem ganho” é o que ele me diz, e ofereço a ele cada gota do meu suor. Então não se preocupem, eu miro meu alvo e mesmo que não acerte, eu tento novamente.

Se já cogitei em me entregar? Sempre penso nisso! Minha lei é “eu me entrego sim, mas só depois de ter conquistado o que quero”. E se eu me ferir no percurso? Também ofereço a ele cada gota do meu sangue. É pesado o fardo invisível, mas estou conseguindo carregá-lo, então sei que mais pra frente o peso será maior, porque o que levo agora será leve demais para ser chamado de fardo… 

Bom, já falei muito de mim. É hora de lutar, e sua também! Não deixemos essa oportunidade passar. Vou para a guerra e as cicatrizes podem não ser visíveis, mas no final terei sido valente e meu Pai me recompensará com a vitória por não parar.
Minha conquista será ter aprendido a ser forte e cada medo ter derrotado. Não vá achando que a coragem é a ausência do medo, apenas é o fato de que você decidiu que algo é maior que seu medo.

Então, boa luta, meus irmãos. Que Ares lhes abençoe com o fulgor da luta para que possa crescer, assim como eu e assim como tantos outros.

Que assim se faça, que assim seja.

3 comentários em “Aos Filhos da Guerra

Gostou? Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s