A Rainha da Máfia

A Rainha da Máfia

Escrito por Saul GuTerres

Hoje conto a vocês a história de uma bela mulher de nome Maria,  a qual com seu grande conhecimento em magia enlouqueceu um  grande rei, mas perdeu-se nos mistérios da magia. Pois jamais  imaginava ela que as suas atitudes teriam reações, está sempre foi  a lei! Vamos lá?!

10716249_668448733251104_1724186281_n

Maria nasceu na Espanha medieval, viveu entre os anos de 1.300 a 1400. Era filha de grandes bruxos que foram acusados de heresia  pela igreja da época. Mas antes de serem pegos seus pais  esperaram que ela estivesse aproximadamente com 15 anos e lhe  ensinaram todo o conhecimento sobre magia, alertando Maria dos  perigos e dos benefícios de saber usar tal poder. Então em uma  noite fria do inverno os guardas do palácio invadiram sua  residência e levaram seus pais para o terrível destino dado aos  pagãos naquela época. Deixando apenas Maria, pois não haviam  provas de que ela também fosse uma bruxa. E desde então Maria  passou a viver sozinha, sempre com aquele sentimento de  vingança em seu coração. Pouco tempo de´pois da morte de seus  pais, Maria passou a morar com um velho aldeão que era  conhecido de sua família, ele também conhecia os mistérios da  magia e junto dela começaram a praticar até que maria estivesse
pronta para seu destino. O velho sempre alertou Maria dos perigos que ela poderia enfrentar se usasse de forma errada os dons que  lhe foram concebidos, porém ela nunca ligou para esses fatos.

Os anos foram passando e ela se transformou em uma bela jovem  que a todos encantava com sua beleza. Sendo assim não foi difícil  para ela se aproximar da corte real. Pois o rei sempre exigia belas  moças em seu palácio, e foi assim que se deu início a sua ruína. O rei se chamava Dom Pedro de Castela, era único filho do rei  Afonso XVI com a rainha Dona Elsa de Portugal. Ele era  conhecido como o cruel. Ele já estava noivo de Dona Blanca de  Borbon, uma jovem pertencente a corte francesa, que foi enviada para Castela para casar-se com Dom Pedro, porque este estava já  para assumir o Reinado do pai, no ano 1350. Dom Pedro I de
Castela, não queria casar-se com Dona Blanca, mas este  casamento traria excelentes benefícios políticos para a corte  Espanhola e Portuguesa. Sendo assim o casamento ocorreu no grande castelo do Rei  Afonso, foi uma uma festa cheia de convidados e com toda a corte de Portugal e dos demais países. Como a rainha Elsa já estava  muito debilitada para essas ocasiões, o rei ordeno que  contratassem uma dama de honra para que pudesse auxiliar sua  rainha na festa. E foi assim que Maria conseguiu acesso ao  castelo. Ela estava em um vestido azul que chamava atenção de  todos, principalmente da noiva. Que se sentiu ameaçada perante  tanta beleza daquela mulher.

Durante a festa Maria passou a observar a todos, sem tirar os  olhos de seu grande alvo que era Dom Pedro. Maria já conseguia  identificar através da áurea de cada pessoa o seus desejos e  segredos mais íntimos, e ria por dentro ao ver que quase toda a  corte era infeliz.  Ao analisar a noiva, Maria viu que ela não seria nenhum  problema, pois ela era uma moça frágil e mau sabia o que era um  casamento e seria fácil tirá-la de seu caminho. O seu maior  obstáculo seria a mãe de Dom Pedro, poios um romance entre eles jamais seria aceito. Então Maria passou a começou a pensar em  como tirar a rainha e fazer Dom Pedro se apaixonar perdidamente  por ela. Maria contou com o apoio de um dos servos do rei, que  por motivo de vingança também estava no castelo para matar o rei  afanoso, esse que o qual mandou queimar seu pai na fogueira. O  servo se chamava Luke e descendia de Judeus e tinha também um  pequeno conhecimento sobre magia e muito mais sobre os  mistérios do castelo. E juntos eles começaram um plano que seria  infalível: fazer o Dom Pedro se apaixonar por Maria e tirar a
rainha e a noiva do caminho deles através de uma armadilha. Então em uma noite de Lua cheia Luke e Maria foram até o porão  do castelo e sem que ninguém os visse pegaram um livro antigo o qual havia sido retirado dos pais de Maria antes da morte deles e  confiscado junto dos demais bens da família. E nele acharam o  feitiço do espelho, o qual consistia em uma magia que ao ser  lançada no espelho da pessoa desejada o faria cai em tentação  eterna e jamais poderia ser desfeito.

Então após todos terem  descido para o jantar, Maria pediu licença alegando estar  indisposta e foi até o quarto de Dom Pedro, junto com algumas  velas e flores ela disse: go léirítear é mo áilleacht, mo solas, mo  lust i súile an Rí Dom Pedro. Sa lá atá inniu agus go deo!!! (que  seja refletida a minha beleza, a minha luz, a minha luxúria aos  olhos do Rei Dom pedro hoje e para sempre). E com uma risada  muito alta Maria deixou aposento de Dom Pedro e foi para seu  quarto. E pensando na segunda parte do seu plano adormeceu.

Todos ainda estavam desfrutando o farto jantar quando de repente  Dom Pedro sentiu-se tonto, e auxiliado por Blanca, foi para os  aposentos descansar. Como de costume Blanca foi se preparando  para que Dom Pedro saciasse suas vontades, porém ele apenas  deitou-se ao seu lado e adormeceu. Sem saber o que fazer Blanca  também deitou-se e em seguida dormiu. Era quase meia noite  quando num susto Dom Pedro acordou-se e foi até o banheiro para passar uma água em seu rosto. Mas quando olhos no espelho  apenas viu a imagem de Maria nua, de uma forma que  enlouqueceria qualquer homem. E sentiu-se cheio de desejo que se enxergasse Maria ali pularia em cima dela sem demora alguma.  Sem entender o que se passava com seu espelho ele saiu em  direção a cozinha para pegar um copo de água, e foi neste instante  que viu Maria em pé a sua frente, bem como ela estava no  espelho. Um pouco ainda atordoado ele se atirou nos braços de  Maria e se amaram ali mesmo de uma forma jamais feita antes por ele. Dom Pedro jamais esquecera aquela noite.

Com seu plano indo conforme planejado Maria se sentia já  própria rainha de Castela. Já tinha o futuro rei aos seus pés e seria  uma questão de tempo até ter o castelo e toda a realeza.  Então decidida a completar de vez com seu plano, Maria chamou  Luke e pediu a ele uma ajuda para tirar a rainha e a noiva de Dom Pedro de vez de seu caminho. E de fato Luke já tinha algo em  mente. Ele revelou a Maria a existência de um cinturão que era  usado por um famoso mago que foi capturado e morto por Antônio quando ele ainda era um príncipe. O cinturão do mago vinha de  uma alta linhagem de sacerdotes e poderia tomar a forma de  qualquer coisa. O cinturão ficava em uma sala onde ninguém  poderia ter acesso, mas não seria isso que impediria Maria de ir  até lá. Na mesma tarde ela saiu em direção ao fundo do castelo  onde estava esta sala e com um simples estalar de dedos fez com  que os guardas adormecessem. Ela abriu a porta viu o cinturão,  como se ele estivesse vida própria chamando por ela. Maria pegou o cinturão e foi ao encontro de Luke que lhe deu a ideia de colocar este cinturão no local onde o rei Antônio guardava o seu que foi  dado por Blanca um dia antes do casamento ao rei. Então Maria  saiu em direção aos aposentos da rainha e trocou os cinturões  enquanto os reis ainda dormiam e saiu sem ninguém pudesse vê-la ou desconfiar dela. Já e tarde da noite quando a rainha acordou e  viu um estranho brilho em seu quarto. Chamou o rei e mostrou  que o cinturão dele estava iluminado. O rei Antônio acordou e se  deparou com o brilho forte do cinturão e foi até a ele ver do que se tratava. Quando ele se aproximou o cinto transformou-se em uma  cobra venenosa e foi em direção a rainha, e com uma rápida e  mortal agilidade avançou sobre ele e picou sua perna fazendo com que a rainha morresse na mesma hora. O reis transtornado chamou seus servos que tentaram matar a cobra em uma tentativa em vão,  pois ela sumiu no mesmo momento. O rei pensando se tratar de  uma bruxaria por parte de Blanca ordenou que a prendessem e a  torturassem. Dom Pedro pensando ser também obra de Blanca  concordou com seu pai em matar a bruxa Blanca sem nem  desconfiar que a verdadeira bruxa era sua então amada Maria. Com a morte da esposa o rei Antônio entrou em profunda  depressão e logo veio a óbito, fazendo com que Dom Pedro  assumisse o trono mais cedo e então ao lado de Maria passou a  reinar sobre a Espanha. Luke a Maria se sentiam orgulhosos pois o seus planos haviam saído como eles esperavam.

Agora era só desfrutar da boa vida  que teriam pela frente. Porém estavam muito enganados.  Os anos foram passando e Dom Pedro ficava cada vez mais  apaixonado por Maria, sem se dar conta que na verdade jamais a  amou. O reino começou a sofrer com grandes pestes e e o povo  cobrava de seus reis uma atitude, pois nunca havia visto naquelas  terras tamanha destruição. Luke que agora era guarda pessoal da  rainha Maria, começou a preocupar-se com os fatos que vinham  ocorrendo. Ele sentia muitas vezes que estava sendo observado  por homem velho que se parecia muito com o que os antigos diziam sobre o grande mago do cinturão. Já Maria tinha sérios pesadelos com Blanca, todas as noites via ela sendo queimada e decapitada gritando seu nome sem parar e acusando de tê-la matado.

E foi em um desses pesadelos que Maria revelou-se sem querer para Dom Pedro. Eles haviam acabado de deitar, como Maria não dormia a várias noites logo adormeceu. E em seguida seu pesadelo se repetiu. E então ela começou a gritar que a deixassem em paz e Dom Pedro que estava acordado ouviu sem nada entender sobre o que ela falava. E nesse descuido Maria gritou de ódio dizendo, que ela e Luke haviam armado para que ela e a rainha morressem. E
que o trono seria somente dela. Tomado pela raiva Dom Pedro atirou-se sobre Maria fazendo com  que ela acordasse em susto. Ela tentou fugir dele e correu para o banheiro e fechou a porta. Dom Pedro com muita raiva  questionava se aquilo tudo era verdade. Com um chute sobre a porta ele abriu e entrou se deparando com a visão de Maria no espelho, mas desta vez não fez efeito e com um pedaço de madeira que estava no chão atirou sobre o espelho, desfazendo todo o feitiço de Maria. Neste momento ela desmaiou e só acordou horas depois no calabouço do castelo. Onde foi expostas as piores torturas do corpo e da alma. Após este ocorrido Dom Pedro assumiu seu reino e conseguiu livrar seu povo das pestes e da fome. E passou a reinar sozinho, pois não acreditava mais no
amor. Já Maria foi condenada a prisão perpétua onde sofreu os piores castigos até sua morte.

Luke que havia escutado tudo naquele dia pela porta do quarto de Maria, temendo pela sua morte fugiu e foi morar em uma cidade longe do castelo, onde ninguém sabia de sua história. Exceto um menino que com um estranho cinturão foi até sua a casa dizendo que sabia do seu segredo e que tinha um presente do seu avô para entregar ele. Quando Luke abriu a caixa, tinha um estranho colar que ele achou parecido com alguma coisa, mas não sabia o que
era. Então pegou o colar e expulsou o menino de sua casa. A noite quando foi dormir pensou sentir algo em seu pescoço, mas quando foi tentar ver o que era, já não sentia mais dor alguma!

Fim

Comente, diga o que achou! Seu comentário incentiva o autor e faz com que continue a escrever novas histórias!

3 comentários em “A Rainha da Máfia

Gostou? Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s