Os Selvagens Vermelhos

* Inspirado em fatos históricos.

Por: Natasha Morgan

Eles ouviram falar sobre o navio naufragado na costa do rio Coruripe. O estrangeiro que se deitava com as índias havia cochichado nas orelhas das jovens mulheres da tribo a e notícia correu, incitando os guerreiros.

A costa da foz do rio se encontrava profanada pelos destroços do navio português, pedaços de madeira e couraça boiavam nas águas turvas. E uma infinidade de corpos humanos se estendia pela areia granulada, criando uma trilha macabra.

Continuar lendo “Os Selvagens Vermelhos”

Donna – Reviravoltas (Pt. 7)

Donnacap7

Donna

Capítulo 7 – Reviravoltas

Escrito por: Lua Morgana

*

Depois de uma longa noite de conversas, risadas, confissões e conhecimento a cerca um do outro, acabei passando a noite na casa de Heitor. Não aconteceu nada entre nós dois, no máximo um abraço e um beijo no rosto de boa noite. Ele me respeitava muito, coisa que nunca recebi de um homem, geralmente só me procuravam para sexo e, como eu era muito nova e burra, achava que essa era a ordem natural da vida. Depois que amadureci, conheci outras pessoas e me ferrei com Hernando, aprendi que na vida nem tudo era baseado em uma transa casual. Não serei hipócrita de dizer que sou santa e não gosto de sentir prazer, não é apenas isso… Aprendi a me dar valor e quero que outra pessoa me dê também!

Continuar lendo “Donna – Reviravoltas (Pt. 7)”

Guaraná – O Menino Bondoso

Guarana-1-e1480277150727Um casal de índios pertencente a tribo Maués, vivia junto por muitos anos sem ter filhos mas desejava muito ser pais. Um dia eles pediram a Tupã para dar a eles uma criança para completar aquela felicidade. Tupã, o rei dos deuses, sabendo que o casal era cheio de bondade, lhes atendeu o desejo trazendo a eles um lindo menino. Continuar lendo “Guaraná – O Menino Bondoso”

Vitória – Régia – A Donzela Apaixonada

vitoria-regia-planta-55Diz a lenda que a Lua era um deus que namorava as mais lindas jovens índias e sempre que se escondia, escolhia e levava algumas moças consigo. Em uma aldeia indígena, havia uma linda jovem, a guerreira Naiá, que sonhava com a Lua e mal podia esperar o dia em que o deus iria chamá-la.

Os índios mais experientes alertavam Naiá dizendo que quando a Lua levava uma moça, essa jovem deixava a forma humana e virava uma estrela no céu. No entanto a jovem não se importava, já que era apaixonada por Jaci, a Lua. Continuar lendo “Vitória – Régia – A Donzela Apaixonada”